Agenda

Jul
5
Sáb
3ª Ramagem Pega no Livro. Clubes de leitura em português @ Sala 1
Jul 5 @ 11:30 – 19:00
3ª Ramagem Pega no Livro. Clubes de leitura em português @ Sala 1

Pega no Livro é umha rede de mútuo apoio que promove a leitura em qualquer língua e prioritariamente a leitura em português. A rede é integrada por clubes de leitura que realizam um Encontro Anual (de nome Ramagem), sendo o único requisito ler um livro em português por ano. As atividades estám abertas a todas as pessoas que gostam de leitura e que talvez gostassem de fazer parte de um clube de leitura para compartilhar essa paixom.

Esta terceira Ramagem é coordenada polo professor de português Joseph Ghanime e tem o seguinte programa:

  • 11h30 – 13h00 : ROTEIRO literário. Ponto de encontro: à porta da Biblioteca Municipal Rosalia de Castro.
  • 17h00 – 18h00: Apresentaçom e mesa redonda sobre experiências de Clubes de Leitura.
  • 18h00 – 18h45: Rebúmbio de leitoras e leitores: trai um livro à tua escolha para recomendar a outras pessoas ou para trocar.
  • 18h45 – 19h00: Votaçom para a leitura comum em 2015.

Ainda, haverá umha banca para realizar trocas de livros.

Balcom Superbock @ Balcom Superbock
Jul 5 @ 11:30 – Jul 6 @ 22:00

Um dia ensolarado de verão exige a possibilidade de regar os estômagos. Durante quase todo o dia estará em funcionamento um balcom da Superbock onde para além de cerveja, também se servirám outras bebidas, bem como alimentos mata-bicho como empada e sandes.

Pregom de Xurxo Souto @ Espaço Central
Jul 5 @ 11:30 – 12:15
Pregom de Xurxo Souto @ Espaço Central

Xurxo Souto é cantante, acordeonista, escritor, ator, diretor e locutor galego. A ele estám ligados nomes já míticos como o conceito rock bravu ou o programa de rádio Aberto por Reformas. Atualmente trabalha como diretor e apresentador de Música Ambiente, um programa em V Televisión que serve de portal para os músicos emergentes galegos.

 

Zona de entidades @ Zona de Entidades
Jul 5 @ 11:30 – 22:00

Haverá umha zona para entidades que usam o galego internacional mostrem ou comercializem os seus produtos. Nom se requer nenhum tipo de pagamento. Se algumha entidade desejar estar presente, basta enviar um email para logistica[arroba]agal-gz.org.

Zona de Exposições @ Zona de Exposições
Jul 5 @ 11:30 – 23:59
Zona de Exposições @ Zona de Exposições

As Cantigas de Santa Maria. Arte BDieval é umha exposiçom itinerante de banda desenhada desenvolvida por BDBanda com a colaboraçom da AGAL. Trata-se de umha aproximaçom inédita a estas cantigas que explora a sua vinculaçom com a banda desenhada. Esta amostra, editada em português, analisa como nestas cantigas, para lá da importância musical, cabe destacar um «exemplo pioneiro da novena arte». Já tem estado em vários centros escolares.

Sessom Vermu: Terra Morena (GZ) e Rui David (PT) @ Espaço Central
Jul 5 @ 12:15 – 13:30
Sessom Vermu: Terra Morena (GZ) e Rui David (PT) @ Espaço Central
  • PrintTerra Morena. Banda de Ourense formada por Xico Paradelo, Heitor Real e Bernardo Marques. Cantam versões do cantor português Zeca Afonso.

 

 

 

  • Rui DavidRui David. Músico do Porto, sobretudo de músicas portuguesas e brasileiras. Tem participado em várias peças de teatro. Também formou parte do projeto CoraSons e em breve gravará o seu primeiro disco.

Bom Barqueiro, de Rui David, no Myspace.

Mesa redonda: Possibilidades da Lei da língua portuguesa e aproveitamento da Lusofonia @ Sala 1
Jul 5 @ 13:15 – 14:30
Mesa redonda: Possibilidades da Lei da língua portuguesa e aproveitamento da Lusofonia @ Sala 1

A ILP Valentín Paz Andrade, defendida polo empresário Xosé Morell no Parlamento, deu lugar à Lei da Língua Portuguesa e aproveitamento da Lusofonia que foca três áreas: a institucional (por exemplo, a presença da Galiza na CPLP), a educativa (a presença da língua portuguesa no ensino) e a mediática (a receçom das televisões portuguesas no nosso país).

Na mesa «Possibilidades da Lei da língua portuguesa e aproveitamento da Lusofonia» intervirám o próprio Morell e Antón Baamonde, professor de filosofia, ensaísta e colaborador de numerosos meios de comunicaçom

Ateliê de percussom: Paulo Silva (aCentral Folque) @ Espaço Central
Jul 5 @ 13:30 – 14:30
Ateliê de percussom: Paulo Silva (aCentral Folque) @ Espaço Central

O músico Paulo Silva é natural de Salvador de Bahia (Brasil). Fizo estudos de bateria de jazz con Michael Kuettner na Alemanha e participou em numerosas gravações como bateria, percussionista ou cantante. Desde que mora na Galiza já trabalhou com artistas como Sérgio TannusXosé Manuel Budiño, Odaiko, Uxía, Guadi Galego, Xoán Curiel, Emilio Rúa, Carlos Blanco, Quico Cadaval, Óscar Fernández, Óscar Ibáñez, Mercedes Peón, Jorge Pardo, Kepa Junkera, Socorro Lira, Fred Martins, João Afonso, L.A.R. Legido, Monkillos ou Alejandro Vargas, entre outros.

O ateliê  de percussom que vai impartir contará com ritmos, voz, corpo e também com alguns instrumentos. Será essencialmente umha pequena intruduçom ao mundo da percussão de maneira melódica, divertida e descontraída.

 

Jantar africano @ Restaurante
Jul 5 @ 14:30 – 17:00

Jantar africano com a cozinheira angolana Filó e a colaboraçom galega de Paco Manrique.

Há muitas formas de aproximar-se a umha cultura e, nisto há consenso, a gastronomia é umha das mais recorridas. A equipa restauradora oferecerá umha ementa africana para nos trasladar a outro continente provocando em nós, talvez, a vontade de um dia estarmos lá, nom só com a alma mas também como corpo.

Para a elaboraçom da deliciosa ementa, a senhora Filó e Paco contarám com 10 Kg de nata doada por Queixerías Bama e 6 Kg de queijos achegados pola D. O. P. Arzúa-Ulloa.

Entrada

Cachupa

Moqueca

Sobremesa

Preço: 12 euros (nom inclui bebidas)

O número de lugares, embora amplo, é limitado. Para garantir os talheres, o mais prático é contactar no email logistica[arroba]agal-gz.org para pedir a conta bancária da organizaçom e fazer a transferência pertinente para reservar lugar.

Lançamento ‘Quês e porquês do Reintegracionismo’ @ Espaço Central
Jul 5 @ 17:30 – 18:30
Lançamento 'Quês e porquês do Reintegracionismo' @ Espaço Central

Da autoria, entre outras pessoas, de Eduardo Maragoto, Ramom Flores (que estarám presentes no evento).

Texto da contracapa:

  • Por que escrevedes tam ‘raro’?
  • É necessário ir a Portugal para aprender galego?
  • Quem foi o primeiro reintegracionista?
  • Umha naçom, umha língua?
  • Era Castelao reintegracionista?
  • Sou eu reintegracionista?
  • Por que os portugueses nos falam em castelhano?
  • Quais som os países de língua oficial portuguesa e como escrevem?

 

Estas e muitas outras questões responde este livro, com um tom didático e descontraído. Pensado nom para especialistas em língua mas para a gente do comum, que queira conhecer de primeira mao os quês e os porquês do reintegracionismo. Este movimento de que se pode afirmar, parafraseando Mark Twain, que “os rumores sobre a sua desapariçom fôrom grosseiramente exagerados”.

Quês e o porquês do reintegracionismo

Paco Nogueiras @ Espaço Semente
Jul 5 @ 17:30 – 18:30
Paco Nogueiras @ Espaço Semente

https://www.youtube.com/channel/UCU7poNdZbsa4qm7P_D8LbuA

O músico Paco Nogueiras acaba de editar Brinca Vai, 12 canções compostas e interpretadas por ele. Nele propom umha viagem musical ao longo dos 12 meses do ano, cantando e dançando temas ligados à natureza, à amizade, à nossa língua, aos jogos populares ou às festas tradicionais.

A liberdade criativa é a principal caraterística das composições com umha ampla gama de estilos e contrastes, do techno ao rock, passando polo reggae ou a música eletrónica, com influencias tradicionais.

Brinca Vai - Paco Nogueiras

Eira Xandobeleira. Brinquedos para todas @ Espaço Semente
Jul 5 @ 18:30 – 21:00
Eira Xandobeleira. Brinquedos para todas @ Espaço Semente

Xandobela é um coletivo que trabalha no campo da gestom e dinamizaçom sócio-cultural. A Ludoteca Itinerante ‘Eira Xandobeleira’ é umha coleçom de jogos para todas as idades elaborados artesanalmente e inspirados em jogos tradicionais de épocas e lugares diversos. A ideia da ludoteca itinerante é criar um espaço de lazer alternativo, onde poder desfrutar do jogo em família à vez que desenvolvemos as nossas habilidades e destrezas manuais, cognitivas e a capacidade imaginativa.

Mesa redonda: Galiza e a sua língua vistas por outros lusófonos @ Espaço Central
Jul 5 @ 18:30 – 19:30

Galiza nasceu no mundo em língua galego-portuguesa, mas como será que a Galiza é percebida por outros países que compartilham a língua connosco? Sobre este tema conversarám dous portugueses, Hugo Rios e Hugo Nóbrega, ambos sócios da AGAL, e umha brasileira residente em Compostela, Carla Carbatti.

Somos… e fazemos… @ Sala 1
Jul 5 @ 19:00 – 20:30

Neste espaço queremos dar voz àquelas entidades galegas com umha visom extensa e útil da nossa língua, quer associações, quer empresas. umha das suas representantes terá 5 minutos para nos dizer quem som e que é o que fazem existindo a possibilidade de o público colocar algumha questom.

Servando Barreiro e Anxo Moure @ Espaço Semente
Jul 5 @ 19:30 – 21:00
Servando Barreiro e Anxo Moure @ Espaço Semente

Anxo Moure é contacontos e ativista ambiental, além autor de vários contos infantis como O carballo con botas, A xacia Luviñas (ed. Sotelo Blanco…). Servando Barreiro é músico e contador de histórias. Ambos artistas juntam-e no livro-cd Vicentinho e as árvores da paz (ed. Através Editora), no qual onde os contos de Anxo mesturam-se com os versos e melodias de Servando, numas  histórias que falam de paz, solidariedade e respeito ao ambiente.

Música ao vivo @ Espaço Central
Jul 5 @ 21:00 – Jul 6 @ 0:30
  • 21 h: Xabier Mugardos e Banda (Galiza, Cabo Verde, Brasil)

Xabier MugardosConcerto com composições próprias e versões de música lusófona. João Alberto, compositor brasileiro, guitarrista e produtor musical, tem colaborado com grandes músicos do Brasil. Xabier Mugardos, compositor galego muito relacionado com o mundo musical lusófono, tem seis discos editados e já tivo concertos pola Europa, Galiza e América do Sul.

  • 22 h: Fran  Pérez, Narf (Galiza)

NarfCompositor e intérprete que reparte a sua atividade entre o mundo da cançom, a composiçom e o teatro. Publicou quatro discos baixo nome artístico de Narf: o livro-cd Nas tardes escuras (2013); Alô irmão (2010) com o músico da Guiné Manecas Costa; Totem (2007); Narf, en directo en Compostela (2003). Ademais, realizou o projeto Bumba em 2005, convidando a tocar com ele quatro artistas moçambicanos pertencentes ao grupo Timbila Muzimba.

  • 23 h: Alberto Mvundi (Angola)

Alberto MvundiMúsico angolano, canta as suas lembranças de Angola, e está vinculado à Galiza há muitos anos, por afinidade com a terra, aliás os seus filhos som galego-angolanos.

Comments are closed